quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

"Com vagar embora, o Progresso vai penetrando na nossa Terra! "

INAUGURAÇÃO DA LUZ ACETYLENE EM PENACOVA ( 1 de Dezembro de 1910 )



Imagens ilustrativas dos tempos da iluminação
pública a gás, em Lisboa (século XIX) 
  Nas primeiras décadas do século vinte, nas zonas rurais, o petróleo sofre a concorrência da iluminação a acetileno. Este também teve um surto de difusão onde até aí não existia qualquer tipo de iluminação pública. Na cidade de Lisboa o acetileno só tem relevância em 1910 ( a par do gás, do petróleo e da electricidade ). Aqui perto, no Luso,a sua aparição foi em 1912.

Ora, também Penacova assistiu à inauguração da luz "acetylene" há precisamente 100 anos: foi no dia 1 de Dezembro de 1910. No entanto, " como a instalação não estava completa e chovesse torrencialmente, a experiência deu fraco resultado". Só no dia seguinte, o " resultado foi magnífico" - escreve o Jornal de Penacova, que sublinha: "Com vagar embora, o Progresso vai penetrando na nossa terra! "
---------------
O gás acetileno: o “carbureto” ( carboneto de cálcio) quando em contacto com  a água liberta um gás, o acetileno, cuja combustão gera uma chama muito forte. As suasvantagens eram a grande intensidade de luz produzida através de um processo fácil. As desvantagens eram o seu elevado perigo de explosão. O seu uso na iluminação provocou  grandes entusiasmos, mas devido aos acidentes causados, os ânimos ter-se- iam resfriado. (Sobre a história das técnicas de iluminação pública em Portugal, ver AQUI)

Sem comentários:

Enviar um comentário