sábado, 31 de dezembro de 2011

Atravessamos tempos incertos e difíceis...
apesar disso, há sempre um voto de Saúde, de Paz, de Esperança 
que todos e a todos não devemos deixar de formular.
Bom 2012!

Balanço do ano...1991... vinte anos depois

Com o ano a terminar é usual passar em revista os 365 dias que se foram sucedendo. Hoje, fazemo-lo não em relação a 2011, mas a 1991 (já que vinte anos são  passados). Deixamos aqui - a título de curiosidade - a síntese daquele ano feita pelo Nova Esperança, o único jornal que se publicava no concelho. A imprensa local e regional, além de outras virtualidades, tem esta função, por vezes única, de registar por escrito o pulsar de um concelho ao longo de anos e anos.

 


CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Lorvão: XIV Encontro de Cantares do Ciclo Natalício



António Simões foi eleito presidente da Federação de Bombeiros do Distrito de Coimbra

António Simões foi eleito presidente da Federação de Bombeiros do Distrito de Coimbra (FBDC), sucedendo a Jaime Soares, que dirigia esta federação há 30 anos.

António Simões,  comandante dos Bombeiros Voluntários de Penacova há longos anos e figura pública de grande prestígio, tem como vice-presidentes  Mário Loureiro e Fernando Jorge.
Foi atribuído o título de presidente honorário a Jaime Soares, bombeiro voluntário há cerca de 50 anos e eleito recentemente para a presidência do conselho executivo da Liga de Bombeiros Portugueses

Câmara editou Revista Municipal

Com uma tiragem de 5000 exemplares acaba de chegar à caixa de correio dos penacovenses o número 0 da revista PCV, publicada pelo Município de Penacova.
Segundo Humberto Oliveira, Presidente da Câmara, a revista "procura estreitar o laço de união entre a comunidade penacovense, não abdicando de manter as famílias informadas e de levar a casa de cada um a expectativa de que há caminhos alternativos que a liberdade do poder local permite."
Com 34 páginas a cores e em papel couché a publicação regista a actividade do executivo nos mais diversos sectores, apresenta os projectos para o futuro (passe a redundância) e, na contra-capa, publica a Agenda de Eventos nos meses de Dezembro, Janeiro e Fevereiro.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Os novos "moinhos" de vento: energia eólica vai produzir electricidade em Penacova

Imagem: parque eólico nos EUA

Autarquia de Penacova e EDP contratam produção eólica

A EDP Renováveis e o conselho diretivo dos Baldios do Casal, Casalito e Chã celebraram um contrato para a produção eólica de energia elétrica em terrenos situados no município de Penacova, anunciou hoje a Câmara.
A autarquia fez saber, através de um comunicado, que serão instalados "um ou mais parques eólicos constituídos por um conjunto de aerogeradores, subestação, vias de circulação, esteiras de cabos, entre outras estruturas inerentes ao funcionamento dos equipamentos".

O presidente do conselho diretivo dos Baldios do Casal, Casalito e Chã, Álvaro Costa, disse hoje à Agência Lusa que o contrato celebrado segunda-feira tem a duração de quatro anos e implica a instalação de duas torres de teste, fase a partir da qual será definido o número definitivo de torres a montar.
Neste período inicial será paga pela EDP Renováveis aos compartes dos Baldios uma renda anual de 2.500 euros, a aplicar nas aldeias abrangidas pelo empreendimento, adiantou.

"A contrapartida financeira paga pela EDP Renováveis aos compartes dos Baldios é composta por uma renda anual e ainda por um pagamento adicional por cada megawatt instalado. Os compartes dos Baldios do Casal, Casalito e Chã mantêm o direito de pastoreio, corte de matos e efetuar outras culturas herbáceas", segundo a nota da autarquia.
Estes terrenos não possuem aptidões agrícolas, sendo a produção eólica um fator de desenvolvimento económico para esta região, é referido ainda.

"Uma das condições prevista neste contrato é a ausência de significativos impactes ambientais negativos", assegura o presidente da Câmara, Humberto Oliveira.
FONTE

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Parques empresariais de Alagoa e Covais: primeiras escrituras de venda de lotes já foram autorizadas



Já há empresas interessadas na  compra de lotes de terreno no Parque Empresarial da Alagoa e no Parque Empresarial dos Covais.

 As propostas já foram analisadas pela Comissão de Avaliação e na reunião de 18 de novembro do Executivo Camarário ( VER AQUI)  foi deliberado autorizar a celebração das respectivas Escrituras de Compra e Venda.

Para a Alagoa, a “IFH – Estúdio Cerâmico, Ldª,a  “Veiga Lopes, Ldª” e Carlos Jorge Gonçalves Rico eram à data as empresas interessadas.

Para o  Parque Empresarial dos Covais, verifica-se o interesse de apenas uma empresa:  “Alcides Belchior Unipessoal, Ldª”.


Mercado dos Sabores: a partir de agora todos os segundos Domingos do mês


No passado Domingo realizou-se o Mercado de Sabores de Penacova. Esta iniciativa é para continuar: no segundo Domingo de cada mês, no Centro de Atividades (antiga escola do 1º ciclo da Cheira, próximo do Centro de Saúde e dos Bombeiros).
Saiba +

"Cantinho Solidário" já se encontra a funcionar

Imagem: cm-penacova
Desde 14 de Dezembro que se encontra a funcionar o "cantinho solidário", possível embrião duma Loja Social, à semelhança do que acontece noutros municípios. 

Conforme noticia o website da Câmara, "trata-se de uma estrutura de apoio que já se encontra apetrechada de roupas, calçado, brinquedos e outros bens, que faz parte de uma das diversas medidas de política de apoio social que a autarquia está a implementar, com as quais pretende colmatar e/ou atenuar necessidades imediatas de famílias e em situação de carência económica e de exclusão social."

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Imprensa local: jornal Nova Esperança

Primeira e Última Páginas e Páginas Centrais
da Edição referente a Novembro de 2011, esta semana
chegada aos seus assinantes

domingo, 11 de dezembro de 2011

Confraria da Lampreia de Penacova inaugurou simbolicamente a Escada de Peixe em Coimbra

Imagem: INAG - Instituto Nacional da Água

clique para aceder ao JN
A Confraria da Lampreia inaugurou este sábado simbolicamente a escada de peixe no Rio Mondego, em Coimbra, e reafirmou o propósito de avançar com acções judiciais contra a construção de uma barragem na zona de Penacova, por destruir o ecossistema.

Uma acção popular e providências cautelares para travar decisões administrativas são algumas das medidas que a confraria pondera se não surtirem efeito as iniciativas que tem vindo a ser desenvolvidas autonomamente ou enquadradas na Plataforma Mondego Vivo.

Fernando Lopes, presidente daquela confraria, salientou que a construção dessa mini-hídrica anulará os efeitos da escada de peixe, que custou 3,6 milhões de euros, e era uma aspiração com três décadas, para preservar as espécies piscícolas migratórias que sobem o Rio Mondego para a desova.

"Vai destruir-se o habitat da lampreia para construir uma mini-hídrica que em termos energéticos não tem expressão", declarou o dirigente.

Salientou que a futura barragem a 10 quilómetros do Açude-Ponte de Coimbra, onde está instalada a escada de peixe, criará uma albufeira de águas paradas e alterará a fauna piscícola.

Para Fernando Lopes, se se pretendia aumentar a produção de energia eléctrica poderia ter-se instalado mais turbinas nas barragens do Coiço e Fronhas, ambas no Rio Mondego, sem este impacto no rio e nas zonas ribeirinhas que ficarão submersas.

A lampreia tem no Rio Mondego um dos seus habitats, e as especialidades gastronómicas que possibilita estimulam a economia local, mas precisa de água corrente e de baixios arenosos, condições que deixarão de existir, alerta Fernando Lopes.

A Confraria da Lampreia, em conjunto com a Plataforma Mondego Vivo tem em curso a preparação de uma petição à Assembleia da República para anular a concessão da construção da barragem feita pelo Estado a uma empresa, e agendado para 21 de janeiro próximo um encontro científico sobre o tema.


A ESCADA DE PEIXE



As obras hidráulicas transversais constituem barreiras físicas ao contínuo fluvial, em particular à livre circulação das espécies piscícolas. No rio Mondego existe uma relativa variedade de espécies.
A fim de mitigar o problema criado pela dificuldade de transposição de tais espécies, a opção da construção de uma passagem para peixes, surge como a solução para garantir a manutenção dos ciclos biológicos dos peixes.
O Açude de Coimbra constitui a primeira barreira intransponível para as espécies.
Apesar de dispôr de uma passagem para peixes original, dimensionada com os conhecimentos da altura, a mesma veio a revelar-se ineficaz, reduzindo o habitat disponível para estas espécies aos últimos 35 km do rio Mondego.
O Instituto da Água promoveu um estudo para a correcção desta situação, dele resultando a presente solução, de um dispositivo de transposição com cerca de 125 m de comprimento, na margem esquerda, cuja execução agora começou.
A mini-hídrica vem colocar em causa todo  este investimento de
2 888 738,39 € + IVA (dados do INAG)


quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Karatecas penacovenses participaram em estágio nacional


O Clube Karate Penacova esteve presente no primeiro fim de semana deste mês Natalício, nos passados dias 3 e 4 de Dezembro, no Pavilhão Gimnodesportivo do Sarzedo em Arganil, no Estágio Nacional de Inverno da Associação Portuguesa de Karate Shukokai.

O evento mais uma vez orientado pelo Shihan Marcelo Azevedo, 7º Dan, Instrutor Chefe Nacional da Associação Portuguesa de Karate Shukokai (APKS), possibilitou o encontro de 389 atletas, representantes de 32 Clubes oriundos de Norte a Sul do país, que durante o fim de semana tiveram a oportunidade de treinar e aperfeiçoar a técnica base (kihon) e Katas (sequencia de técnicas que simulam um combate) do estilo Shukokai.

No total o Clube Karate Penacova fez – se representar por 30 dos seus atletas: Luis Travassos; David Gomes; Jaime Gomes; Joel Cunha; Diogo Pereira; Luis Cruz; Tiago Silva; Cristiana Silva; Mariana Cunha; Jorge Silva; Rafael Ferreira; Beatriz Oliveira; Nicole Duarte; Rodrigo Silva; Pedro Afonso; Rafael Alves; Lara Ferreira; Bruno Oliveira; Raul Oliveira; José Miguel; Susana Sousa; José Daniel; Sónia Febras; Guilherme Pinheiro; Inês Pinheiro; João André; Rodrigo Martins; Luis Martins; Inês Ferreira e Diogo Florido.

Parabéns a todos os atletas pelo seu e empenho e dedicação durante o Estágio, nomeadamente aqueles que graduaram, a saber: Cristiana Silva; Jorge Silva; Rafael Ferreira; Pedro Afonso; Bruno Oliveira; Raul Oliveira; José Miguel; José Daniel; Sónia Febras; Guilherme Pinheiro; Inês Pinheiro; Diogo Florido.

TEXTO E IMAGEM: Clube Karate Penacova

A luta continua! Não à Mini-Hídrica!

PETIÇÃO  JÁ ESTÁ NA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

A Comissão de Ambiente, Ordenamento do Território e Poder Local da Assembleia da República, reunida ontem, recebeu uma petição que pede o cancelamento definitivo da construção da mini-hídrica no Mondego.

O documento, proposto por Roberto Barbosa, líder da JSD de Penacova, deu entrada no Parlamento a 16 de Novembro, e ontem a comissão nomeou como relator o deputado Maurício Marques, antigo presidente da autarquia de Penacova e uma das primeiras vozes a erguer-se contra o projecto.

fonte: VER AQUI-POIARES

Confraria da Lampreia faz Inauguração Simbólica da Escada de Peixe no próximo sábado 

Na PLATAFORMA MONDEGO VIVO podemos ler:
"No seguimento da nossa luta contra a construção da Mini hídrica a qual não teve envolvido qualquer estudo prévio que avaliasse as alternativas possíveis, como fosse por exemplo a colocação de mais uma turbina nas barragens já existentes ou a exploração da energia eólica, tendo o concelho de Penacova, zonas em abundância para a sua exploração, a Confraria da Lampreia no âmbito da Plataforma Mondego Vivo que integra, vem informar que irá proceder à "inauguração" simbólica da Escada de Peixe do Açude Ponte, na qual foi uma das entidades que mais se envolveu para a sua realização..."
continue a ler AQUI

domingo, 4 de dezembro de 2011

Nova Comissão Política da Seccão do PSD Penacova




Mauro Carpinteiro é o novo
líder do PSD de Penacova
Decorreram ontem as eleições para a Comissão Política da Seccão do PSD Penacova. A nova Comissão passa,  assim, a ser constituida do seguinte modo:

Presidente: Mauro Carpinteiro; Vice-Presidentes: Pedro Barbosa, Leonel Serra e Carlos Sousa; Secretário-Geral: Roberto Barbosa; Tesoureiro: António Fernandes; Vogais: Sérgio Assunção, Tiago Barbosa, Júlio Madeira, Fernando Fonseca, Adélio Carvalho, Gonçalo Flórido Costa, André Barbosa, Magda Rodrigues, Luís Cruz, Marisa Morgado, António Carvalho, Magda Santos, Sílvio Fernandez, M. Arminda Ramos e Óscar Simões; Mesa da Assembleia de Secção: Maurício Marques, David Almeida e António Gabriel Sousa.
No jantar de Natal, que decorreu ontem estiveram presentes o Secretário-Geral, Matos Rosa, os deputados Maurício Marques, Paulo Mota Pinto, Pedro Saraiva e José Manuel Canavarro. Marcaram também presença os ex-presidentes de Câmara Joaquim Leitão Couto, Estácio Flórido e Maurício Marques, assim como o presidente da Distrital, Marcelo Nuno.