terça-feira, 5 de julho de 2016

CARTAS BRASILEIRAS: Nem Deus



Dia mais quieto; sem luz, sem chuva, escuro, triste. O neto de férias, é julho.
No apartamento só o silêncio. Longe de mim a reclamação de choramingas. Ainda assim...
Da sacada do apartamento, a visão cada vez mais curta, o horizonte mais perto. Santo Deus! Prédios e mais prédios, bem diferente de há vinte anos na nova morada de então.  Aí que medo, cadê a visão do meu pôr do Sol?

Sobre a mesinha o jornal do dia: “Juno em Júpiter”. O homem com os olhos no infinito; eu míope. Incrível, uma demora de cinco anos desde o lançamento. Longo tempo, mesmo com o maior planeta do sistema solar distante apenas 48 minutos-luz da Terra. Apenas!
Na página esportiva: Portugal e País de Gales, França e Alemanha; semifinalistas. Na minha cabeça o vexame daqui: Brasil fora da Copa América bem antes das quartas de final.
Os jornais da tv com repetidas notícias: Inglaterra - Brexit!  Hillary Clinton x Donald Trump.
Ataque terrorista! Assustador.
Por que novamente?
Como saber; nem Deus. 

P.T.Juvenal Santos – ptjsantos@bol.com.br


Sem comentários:

Enviar um comentário